Bruno Torres (Brasília, 1 de outubro de 1980) é ator, cineasta, músico e fotógrafo.

Atuou nos longas metragens "Infinitas Terras", de Cauê Brandão, "O Homem Cordial", de Iberê Carvalho, "Entrando Numa Roubada", de André Moraes, “Somos Tão Jovens”, de Antônio Carlos Da Fontoura; "Bio", de Carlos Gerbase, "Oxigênio", de Pedro Zimmerman; “O Homem Mau Dorme Bem”, de Geraldo Moraes; “Sal De Prata”, de Carlos Gerbase; "Campus Santo", de Márcio Curi, “As Vidas De Maria”, de Renato Barbieri, e diversos outros.

Na televisão, atuou na novela Insensato Coração, de Gilberto Braga e na série "Dupla Identidade", de Glória Perez, ambas da Rede Globo.

Entre os curtas metragens destacam-se "Sagrado Coração", de Cauê Brandão; "Hereditário", de Johil Carvalho e Sérgio Lacerda; e "Sob o Encanto da Luz" de Dirceu Lustosa.

Sócio da Academia Brasileira De Cinema, trabalhou em mais de 30 filmes em funções distintas e dirigiu os curtas metragens “O Último Raio De Sol”, “O Tempo Do Plano”, “A Noite Por Testemunha” e “Encontro Das Águas”, que juntos conquistaram mais de 40 prêmios em festivais de cinema do Brasil e do exterior. 

Em 2020, estará lançando seu primeiro longa como diretor "A Espera De Liz".

 

Principais prêmios e festivais: ​

* Finalista do Grande Prêmio Do Cinema Brasileiro de 2014 na categoria de MELHOR ATOR COADJUVANTE pelo longa metragem "Somos Tão Jovens", de Antônio Carlos Da Fontoura.

* MELHOR ATOR COADJUVANTE pelo longa metragem "O Homem Mau Dorme Bem" no 42º Festival De Brasília Do Cinema Brasileiro.

* MELHOR ATOR COADJUVANTE pelo longa metragem "O Homem Mau Dorme Bem" no XIV CINE-PE.

* PRÊMIO ESPECIAL DE MELHOR ATOR, concedido pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, pelo curta metragem "Sagrado Coração" no 45º Festival De Brasília Do Cinema Brasileiro.
* MELHOR FILME PELO JÚRI POPULAR (O Último Raio De Sol) no festival Ultramarino Tirant Guarnicê de Valência 2005 – Espanha.
* MELHOR FILME (O Último Raio De Sol) eleito pela conceituada organização SIGNIS OCIC (International Catholic Organization for Cinema and Audiovisual).
* MELHOR DIREÇÃO (O Último Raio De Sol) no Festival Mercosul De Florianópolis 2005 (FAM).
* MELHOR FILME PELO JÚRI POPULAR (O Último Raio De Sol) e (A Noite Por Testemunha) em diversos festivais nacionais, entre eles destacam-se: XIV CINE-PE; Mostra De Cinema De Tiradentes; Festival Mercosul De Florianópolis e Festival Do Júri Popular.
PRODUTOR do curta metragem “Meu Amigo Nietzsche”, vencedor do prêmio de melhor curta metragem eleito pelo público e também vencedor do prêmio “Fernand Raynoud” no festival CLEMONT-FERRAND, o mais importante festival de cinema de curta metragem no mundo.
* Concorreu nos festivais internacionais “Festival Internacional De Cine De Huesca 2010”, cujo o filme vencedor se habilita para concorrer ao Oscar;

“Festival Del Nuevo Cine Latino Americano De La Habana – Cuba 2005”.

© 2019 BRUNO TORRES / bruno@brunotorres.com.br

  • AnyConv
  • __VGI Ícone
  • IMDb-Icon.jpg
  • Ícone do App Instagram
  • YouTube Channel
  • Vimeo Classic
  • LinkedIn App Ícone
  • Facebook Classic
  • Tumblr Classic